AL Seguros

S&P estima redução do défice em Espanha e regresso da economia a níveis pré-crise

A agência de notação financeira manteve esta sexta-feira o rating soberano de Espanha em BBB+, que é o oitavo nível da categoria de investimento de qualidade. A perspectiva para a evolução da qualidade da dívida é estável.

A Standard & Poor’s estima que o défice público de Espanha se reduza de 5,1% do PIB no ano passado para 4,6% em 2016.

Num relatório divulgado esta sexta-feira, 30 de Setembro, a agência de rating manteve a classificação da dívida de longo prazo de Espanha em BBB+ e um "outlook" estável.

Além da redução do défice, a S&P projecta um crescimento real de 3,2% do PIB em 2016. E antecipa que a economia de Espanha, em termos reais e nominais, regresse aos níveis pré-2007 em finais deste ano.

A agência adverte contudo que a possibilidade de novas eleições coloca um risco de revisão em baixa das suas projecções macroeconómicas para Espanha.

Este relatório da S&P surge no mesmo dia em que o governo provisório anunciou medidas orçamentais para conter o défice público, já que falhou o prazo para aprovar o Orçamento para 2017 devido ao impasse político que dura há nove meses e que poderá levar à realização de novas eleições – a acontecer, será a terceira vez, depois de os espanhóis terem ido às urnas em Dezembro de 2015 e em Junho passado.

O Partido Popular apresentará assim uma proposta ao Parlamento para actualizar as metas do défice e da dívida pública do país, tal como acordado com as autoridades europeias em Bruxelas, anunciou esta sexta-feira a vice-primeira-ministra em funções, Soraya Saenz de Santamaria, citada pela Bloomberg.

Negócios, 30/09/2016