AL Seguros

Portugal responsável por 10 por cento das exportações de azeite europeu para o mundo

Numa altura em que se começa a fazer a apanha da azeitona em Portugal, o Eurostat divulga dados relativos a 2018 sobre as exportações de azeite. Portugal encontra-se entre os principais exportadores de azeitona na União Europeia.

“Os países membros da União Europeia exportaram mais de 1,6 milhões de toneladas de azeite em 2018, avaliados em 5,7 mil milhões de euros”, afirma o gabinete estatístico europeu.

Mil milhões de toneladas da produção de azeite europeu foram exportadas e encaminhadas para outros países europeus, um valor que representa um aumento de 15% no valor total das exportações nos estados-membros da UE, em comparação com 2013.

Ainda assim, os países membros ainda tiveram de recorrer à importação deste bem. Em 2018, os países membros importaram 1,2 milhões de toneladas de azeitona, no valor de 3,9 mil milhões de euros. Cerca de 85% das importações foram originadas de outros países europeus, sendo que o valor das importações de azeite nos países membros da UE aumentaram 10%, em comparação com dados de 2013.

O principal país responsável pelas exportações para países fora da UE foi Espanha, com a exportação de 301.400 toneladas de azeite e 52% do total de exportações. Este valor torna Espanha o maior exportador de azeite do mundo, seguido por Itália, com 33% das exportações ou 191 mil toneladas.

O Eurostat apurou que Portugal foi responsável por 10% das exportações em 2018, sendo o terceiro maior responsável pelo abastecimento do mundo em termos de azeite, com a exportação de 56 mil toneladas. Segue-lhe a Grécia, com 20.600 toneladas de azeite, responsável por 4% das exportações.

Mas para onde vai o azeite produzido na Europa? Mais de um terço, exatamente 35%, das exportações europeias tem como destino os Estados Unidos da América, sendo o equivalente a 203 mil toneladas. Seguindo-lhe, ainda que longe, está o Brasil, que recebe 65 mil toneladas, ou 11% das exportações.

O Japão é o terceiro país que mais recebe as exportações europeias, sendo que em 2018 recebeu 52 mil toneladas ou 9% da produção dos países membros da UE. Segue-lhe a China, que recebeu 6% das exportações europeias, ou 35 mil toneladas. O Canadá situa-se em quinto lugar, a receber 5% das exportações europeias, ou 31 mil toneladas, enquanto a Austrália se situa em último lugar dos maiores importadores da UE, recebendo 29 mil toneladas de azeite, ou 5% da produção total.

Jornal Económico, 11/11/2019