AL Seguros

O primeiro semestre as Exportações de vestuário crescem 6,8

Nos primeiros seis meses do ano, o comércio internacional de vestuário superou os 1,5 mil milhões de euros, mantendo a tendência de crescimento iniciada em janeiro.

Os mais recentes dados avançados pela ANIVEC – Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confeção, revelam que o aumento de quase 100 milhões de euros nas exportações das empresas portuguesas de vestuário face ao período homólogo de 2015 resultou de um crescimento (+7,7%) nos envios para os países da União Europeia a 28.

A tendência foi positiva na quase totalidade dos 10 principais mercados do vestuário nacional, com destaque para Espanha (+13,7%), Suécia (+26%), Bélgica (+10%) Itália (+13,1%), Áustria (+6,7%) e Países Baixos (+5,7%).

Fora da União Europeia, os EUA estão a aumentar as suas compras à indústria portuguesa de vestuário, com uma subida de 6,9%. Destaque ainda para o crescimento de 107% das exportações para a Arábia Saudita e de 67% para a República Checa.

Para o presidente da direção da ANIVEC, César Araújo, importa sublinhar que estes números confirmam que “o vestuário mantém o seu papel de impulsionador do comércio externo português. O made in Portugal está a ganhar cada vez mais interesse e procura junto dos clientes internacionais”.

OJE, 16/08/2016