AL Seguros

Economia portuguesa está menos competitiva

A redução estrutural do défice e a transformação digital são alguns dos desafios que Portugal tem pela frente. Singapura, Hong Kong e EUA lideram.

Portugal está menos competitivo do que no ano anterior. A conclusão é do ranking de competitividade do IMD World Competitiveness Center, com base em dados recolhidos pela Porto Business School, que revela que o país ocupa, agora, o 39.º lugar entre os 63 países que foram analisados. Portugal está, assim, longe do meio da tabela e ainda mais longe do pódio dos países mais competitivos, ocupado por Singapura, Hong Kong e Estados Unidos da América (EUA).

Face ao ano passado — altura em que o país ocupava o 33.º lugar deste ranking — Portugal desceu seis posições, regressando à posição que obteve em 2016 e, também, em 2017. Fora a avaliação genérica, e olhando para as classificações por categorias, há áreas em que o país consegue “brilhar” um pouco.

A melhor classificação portuguesa diz respeito à categoria de legislação empresarial, na qual o país consegue a 19.ª posição. Segue-se a categoria de infraestruturas, mais propriamente a área da saúde e ambiente, na qual Portugal é o 21.º país mais competitivo. No comércio externo, um dos indicadores que compõem a categoria de performance económica, o país ocupa a 26.ª posição.

Eco, 28/05/2019