AL Seguros

Insolvências e Revitalizações crescem no primeiro semestre

O primeiro semestre de 2015 contabiliza 2.918 insolvências de empresas em Portugal, o que representa um crescimento de 5% face a igual período do ano anterior.
 

  • 68% das empresas insolventes são Microempresas.
     
  • 24% das empresas insolventes são do sector da Construção, apesar deste sector registar uma melhoria comparativamente com igual período do ano anterior.
     
  • Cresceu o número de empresas que recorreram ao PER, atingindo 532 casos, o que representa um aumento de 7% comparativamente com o mesmo período do ano 2014.
     
  • Nos últimos 12 meses, 25% das empresas em PER viram o seu plano homologado.

Lisboa, 20 julho 2015: A análise de Insolvências e PER(1) registou um total de 2.918 insolvências e de 532 PER no primeiro semestre de 2015 em Portugal, o que representa um aumento de 5% e de 7%, respetivamente, face a igual período do ano anterior. Não obstante 2015 estar a ser um ano de viragem, com sinais positivos na retoma económica do país, este ainda é um ano exigente para uma parte das empresas nacionais que estão com dificuldades em superar os impactos do período mais conturbado que o país atravessou.

O sector da Construção continua a ser o sector com maior número de casos de insolvências, representando 24% do total em 2015, pese embora se note uma melhoria no sector, com a queda de 4% no número de insolvências face ao período homólogo.

Os distritos de Lisboa (25,5%), Porto (20%) e Braga (11,3%) mantêm-se como as regiões onde se regista maior número de insolvências em Portugal. 

Cosec 20/07/2015