AL Seguros

Empresários alemães estão eufóricos, confiança bate recorde

O índice do importante instituto que mede a confiança dos empresários na maior economia europeia subiu para o nível mais elevado desde o início da série, em 1991.

O indicador aumentou de 112.9 no mês anterior para 114.6, num aumento transversal a todas as subcategorias, incluindo o comércio actual e as expectativas futuras. Ainda de acordo com o Financial Times, o valor ficou acima das expectativas dos economistas, que contavam com uma subida mais modesta.

O índice do IFO baseia-se em entrevistas a cerca de 7 mil empresários alemães da construção, grossistas e retalhistas. O sentimento de aumento da confiança é confirmado por outros indicadores, em linha com os dados que revelam o crescimento da economia alemã no primeiro trimestre do ano.

Maior economia do Euro cresce 1,7%.

O PIB da maior economia da Zona Euro cresceu 0,6% em cadeia, acelerando uma décima, valor que ficou em linha com as estimativas dos economistas consultados pela Bloomberg, de acordo com os dados publicados a 12 de Maio pelo ministério da economia alemã.

Na comparação homóloga, porém, o crescimento abrandou uma décima para 1,7%, segundo dados do Eurostat ajustados de sazonalidade.

"Há motivos para acreditar que este ano, no geral, vai ser melhor que o ano passado", disse na altura à Bloomberg, Jennifer McKeown, economista da Capital Economics.

"O crescimento mundial está a melhorar, o que deve impulsionar as exportações líquidas. Estamos finalmente a começar a ver uma subida dos salários e isso deve ajudar os gastos dos consumidores", concluiu.

Jornal de Negócios, 01/06/2017